Bahia leva gol no fim e perde para o Santos em Pituaçu

0
162
-
Artur pressionou o Santos, mas passou em branco e não conseguiu evitar a derrota tricolor (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

A torcida do Bahia precisou esperar mais de um mês para poder ver o time de perto. Depois de longo tempo parado por conta da disputa da Copa América, o tricolor voltou para casa, na noite deste sábado (13), quando recebeu o Santos, em Pituaçu.

O reencontro, no entanto, não foi lá como o torcedor queria. Apesar da pressão que colocou no segundo tempo, o Bahia não conseguiu aproveitar as chances que teve, levou um gol no final e amargou sua primeira derrota em casa na Série A. O uruguaio Carlos Sánchez, após rebote na cobrança de pênalti, marcou o único gol da partida.

- Anúncio -

De olho na decisão contra o Grêmio, quarta-feira, pela Copa do Brasil, Roger Machado poupou alguns jogadores e colocou em campo um Bahia bem diferente do que o torcedor se acostumou a ver. Sem Gregore, Elton teve a missão de ser o cão de guarda, tendo Ramires e Shaylon como companheiros. Quando a bola rolou, o que se viu foi um primeiro tempo equilibrado, mas com poucas chances de gols.

Apesar de terem espaço para jogar, tanto Bahia quanto Santos fizeram uma etapa inicial bastante travada no meio-campo. O tricolor buscava as saídas rápidas com Artur, mas errava muito no último terço do campo e pouco pressionou a defesa santista.

O primeiro grande lance do jogo só saiu aos 26 minutos. No lateral cobrado por Moisés, Fernandão conseguiu girar bem e cruzou para Arthur Caíke. O atacante tentou finalizar na pequena área, porém foi travado pela marcação.

Já aos 35 minutos, Ramires teve boa chance ao receber bola na entrada da área. Ele tentou mandar de chapa, mas acabou isolando.

Do outro lado, o Santos também apresentou dificuldade no ataque e facilitou a vida da defesa tricolor. O melhor lance no primeiro tempo foi em chute perigoso de Victor Ferraz, que Douglas fez a defesa e salvou o Esquadrão.  

banho de água fria
Os dois times voltaram mais soltos. O Santos foi o primeiro a se lançar ao ataque e levou perigo em chute de Soteldo. A resposta do Bahia veio em dois lances com Artur. No primeiro, ele cruzou para Fernandão, que ia fechando, mas o goleiro Everson chegou primeiro. Logo depois, o camisa 98 arriscou  chute colocado e mandou para fora. 

O Bahia seguiu pressionando e assustou Everson em cabeçada de Juninho que passou por cima. Na sequência, foi a vez de Felipe Aguilar salvar o Santos em chute forte de Artur. A blitz tricolor seguiu amassando a defesa do Peixe. Depois da sobra no escanteio, Ezequiel chegou batendo forte. Everson fez a defesa. 

Sentindo o bom momento, Roger Machado sacou o meia Shaylon e colocou Guerra em campo. O Bahia seguiu buscando o gol. A defesa do Santos afastou o cruzamento de Artur e a bola sobrou para Elton, que tentou pegar de primeira. Everson pegou. 

Quando resolveu aparecer no ataque, o Santos assustou. Aos 22 minutos, Soteldo fez a jogada na esquerda e cruzou para Eduardo Sasha. Livre, o jogador mandou de cabeça e Douglas fez uma defesa milagrosa. Logo depois foi a vez de Lucas Veríssimo aproveitar cruzamento de Jean Mota e acertar a trave tricolor. 

O Bahia voltou a pressionar aos 37. Élber cruzou para Gilberto, que tentou mandar de peito e perdeu uma chance incrível. Na jogada seguinte, um banho de água fria. Na descida em velocidade do Santos, Carlos Sánchez foi derrubado na área por Guerra e o árbitro marcou pênalti. O próprio Sánchez foi para cobrança e Douglas fez a defesa, mas a bola voltou para o uruguaio, que mandou para as redes e abriu o placar, aos 43 minutos do segundo tempo. 

Para piorar, o meia Guerra sofreu uma entorse no lance do pênalti e deixou o Esquadrão com um a menos. Aí o Santos só segurou o resultado. 

FICHA TÉCNICA
Bahia x  Santos
Campeonato Brasileiro – 10ª rodada

Local: Pituaçu, em Salvador
Data: 13/07/2019 (sábado) 
Horário: 19h
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima
Auxiliares: José Eduardo Calza e Michael Stanislau
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira, de Minas Gerais, com auxílio de Vinicius Gomes do Amaral e Lucio Beiersdorf Flor, do Rio Grande do Sul.
Cartões amarelo: Elton e Moisés (Bahia) / Soteldo, Pituca e Aguilar (Santos)
Gol: Sánchez (Santos)

Bahia: Douglas; Ezequiel, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Elton, Shaylon (Guerra) e Ramires; Arthur Caíke (Élber), Artur e Fernandão (Gilberto). Técnico: Roger Machado.

Santos: Everson; Felipe Aguilar, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique (L. Felipe); Victor Ferraz (Jean Mota), Diego Pituca, Carlos Sánchez e Jorge; Eduardo Sasha, Uribe (Marinho) e Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui