Câmara de Salvador aprova projeto de lei para regulamentar e-Sports

Arena Gamer, na Arena Fonte Nova | Foto: Divulgação

Em breve, os praticantes de e-Sports poderão ser reconhecidos como atletas em Salvador. Na última quarta-feira (7), em sessão ordinária na Câmara Municipal da capital baiana, foi aprovado o projeto de lei que regulamenta a prática esportiva. 

O texto, de autoria do vereador Joceval Rodrigues (Cidadania), pretende reconhecer a atividade que vem ganhando destaque e aumentando a disputa de competições principalmente com o isolamento proporcionado pela pandemia. Desde 2018, os e-Sports triplicaram a movimentação financeira, chegando a quase U$S 2 bilhões no mundo, segundo a Newzoo, especializada em pesquisas de jogos virtuais.  

“A Federação do Estado da Bahia de Esporte Eletrônico (FEBAEE) foi uma grande incentivadora, pois confiaram a mim a condução dos direitos da categoria perante o Legislativo. Podemos criar mais um campo de desenvolvimento para os jovens, com uma política favorável à inovação e de destaque no país ao incluir a modalidade como atividade desportiva na capital baiana, com todas as diretrizes favoráveis para respaldar a prática”, declarou o vereador Joceval Rodrigues.


De acordo com o Projeto de Lei nº 198/20, os atletas de Salvador poderão usufruir de atendimentos médicos e clínicos durante os campeonatos, além de benefícios através de parcerias com a FEBAEE. O texto de regulamentação dos esportes eletrônicos seguirá agora para sanção de Bruno Reis, prefeito da cidade (BN)