Cuiuba comenta liminar da Justiça que suspende votação do projeto de empréstimo da prefeitura a Câmara de SAJ: “não pode ser empurrado goela abaixo”

Vereador Luciano Moura, Cuiuba (PSD) / Foto: Voz da Bahia

O vereador Luciano Gomes Moura, popular Luciano Cuiuba (PSD), esteve presente em entrevista ao Voz da Bahia, onde apresentou seu pensamento com  relação ao empréstimo de R$ 45 milhões solicitado pela prefeitura de Santo Antônio de Jesus para a reforma da Feira Livre.

O edil inicia sua fala informando que o empréstimo solicitado pelo gestor era pleiteado pela Caixa Econômica Federal, “o que nos deixa estupefatos é que a gente não teve a liberdade da discussão. Pedimos uma segunda reunião, mas os papeis chegaram em cima da hora, e não tivemos tempo de estudar sobre valores e coisas do tipo, além de que, vários órgãos não participaram”, afirma.

Cuiuba ainda ressalta que acredita que R$ 45 milhões é muito dinheiro para se aplicar em um único investimento, “temos que ter em vista que nosso transporte é muito ruim, nosso sistema da saúde é precário então, esse dinheiro ajudaria muito em vários outros quesitos. Acredito que, quem tem que falar sobre isso é a população já que nós contribuintes vamos ter que no final pagar a conta”, revela.

Luciano coloca que é inadmissível que seja aprovado um projeto de forma açodada, “se um cidadão chegar para me perguntar sobre do que se trata? Nem eu vou saber responder”, conta.

O vereador expõe ao Voz da Bahia, que não é contra o projeto, “mas não pode ser empurrado goela abaixo como eles querem fazer. Enquanto não soubermos todas as informações necessárias e estivermos convencidos disso, nós vamos brigar até o fim para garantir o direito do povo”, fala.

Cuiuba finaliza dizendo que a justiça não permitiu esse projeto pela segunda vez, “pois são eles que vão ter que cumprir todos os requisitos legais, pra que fique claras e no final a decisão venha da própria sociedade”, concluiu.

Reportagem: Voz da Bahia

Veja mais notícias no vozdabahia.com.br e siga o site no Google Notícias