Defesa falha, Bahia joga mal e perde para o CSA pelo Nordestão

Tricolor fez mais um jogo ruim na temporada e saiu de campo derrotado pelo CSA (Foto: Felipe Santana/EC Bahia)

O Bahia viveu uma noite para ser esquecida na Copa do Nordeste. Com apresentação apática, o Esquadrão foi presa fácil e acabou derrotado pelo CSA, por 2×0, no estádio Rei Pelé, nesta terça-feira (23). 

Os gols do time alagoano saíram ainda no primeiro tempo. Os atacantes Dellatorre e Marco Túlio aproveitaram falhas da defesa tricolor e construíram a vitória do CSA. 

Com o revés, o Bahia pode perder a liderança do grupo A do Nordestão. Já o CSA assumiu o topo e dorme na liderança do grupo B. O próximo compromisso do tricolor na competição será no domingo (28), quando recebe o Altos-PI, em Pituaçu.

DESASTROSO
Motivado pela goleada sobre o Sport na última rodada, Dado Cavalcanti optou por manter a mesma escalação, deixando o atacante Rossi no banco. Quando a bola rolou, a postura do time em campo passou bem longe do esperado pelos tricolores.
 
Dominado desde os primeiros minutos, o Bahia sofreu com o ataque do CSA. Os alagoanos iniciaram o confronto apostando nos chutes de média distância e pressionando o Esquadrão no campo de defesa. 

Quando o Bahia conseguiu se soltar, encontrou uma defesa bem postada do outro lado e pouco conseguiu criar na primeira etapa. Para piorar, a pressão do CSA deu certo. Aos 28 minutos, Cristovam cruzou, Douglas falhou feio e entregou a bola nos pés de Dellatorre, que estufou as redes e abriu o placar no Rei Pelé.

O Bahia sentiu o gol. Atordoado, o tricolor não conseguiu se segurar e voltou a expor fragilidades defensivas. Aos 35 minutos, Dellatorre disputou com a marcação, o zagueiro Juninho não conseguiu cortar e o centroavante tocou para Marco Túlio encher o pé. Douglas chegou a tocar na bola, mas ele foi lentamente para o fundo gol: CSA 2×0. 

COPA DO NORDESTE: Gols de CSA 2 x 0 Bahia

MAIS DO MESMO
Em busca de uma reação, o Bahia voltou do intervalo com Ramon na vaga de Edson e Rossi no lugar de Gabriel Novaes. O que não mudou foi a tônica da partida. Pouco criativo e com a marcação desajustada, o Esquadrão continuou sofrendo com as investidas do CSA. 

A vantagem no placar fez o time alagoano mudar a estratégia e passar a jogar no contra-ataque. Com mais campo para jogar, o Bahia tentava explorar as jogadas pelos lados com Rossi e Nino Paraíba, mas pecava na construção dos lances. 

Aos 27 minutos o Bahia teve a chance para iniciar a remontada. Na jogada em velocidade, Gilberto foi derrubado por Lucão na área e o árbitro marcou pênalti. Rodriguinho foi para a cobrança, mas acertou o travessão e perdeu a oportunidade de reduzir o prejuízo.   

Mais uma vez Dado apostou nas peças do banco para mudar a situação. Alesson e Juninho Capixaba foram para o jogo nos lugares de Patrick e Matheus Bahia, respectivamente. As alterações não surtiram efeitos, o Bahia continuou sem se encontrar na partida e amargou mais uma derrota na Copa do Nordeste.  

FICHA TÉCNICA

CSA 2×0 Bahia – Copa do Nordeste: 5ª rodada
Local:
 Rei Pelé (Maceió-AL)
Gols: Dellatorre, aos 28 minutos, e Marco Túlio, aos 35 do 1º tempo
Cartão amarelo: Thiago Rodrigues, Vitor Costa e Gabriel (CSA); Patrick, Ramon e Gilberto (Bahia)
Arbitragem:  Zandick Gondin Alves Júnior, auxiliado por Reinaldo de Souza Moura e Luís Carlos de França Costa (trio do Rio Grande do Norte)

CSA |  Thiago Rodrigues, Cristovam, Lucão e Rodolfo Filemon e Vitor Costa (Fabrício); Geovane, Silas (Marquinhos) e Gabriel (Iury); Rodrigo Pimpão (Ítalo), Dellatorre e Marco Túlio (Silvinho). Técnico: Mozart

BAHIA |  Douglas, Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Edson (Ramon), Patrick (Alesson) e Daniel; Gabriel Novaes (Rossi), Gilberto e Rodriguinho. Técnico: Dado Cavalcanti