Irritado com punição, Vettel sugere ‘queimar livro de regras’ da Fórmula 1

-Foto: Divulgação/ F1
Foto: Divulgação/ F1

A novela sofre a punição de Sebastian Vettel no GP do Canadá chegou ao fim na sexta-feira (21), quando a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) optou por manter a sanção e, consequentemente, a vitória de Lewis Hamilton na corrida de duas semanas atrás. E claro que o alemão não gostou nada da decisão. Frustrado, o piloto da Ferrari lamentou a decisão e aproveitou para criticar o excesso de regulamentação na F1, com uma pitada de ironia. “Não estou surpreso. Acho que nosso regulamento tem muitas páginas, então se você quiser sempre vai achar um parágrafo que se aplique (no que quiserem aplicar punição). É claro que não temos a mesma opinião que os comissários tiveram na corrida, mas achamos que poderíamos trazer algo novo. Óbvio que é frustrante, mas é isso, temos que seguir em frente. Como eu disse, são muitos parágrafos. Mas o que e como você muda isso? Apenas queime os papéis”, disparou após os treinos livres do GP da França.”Acho que isso (excesso de regras) começou há um bom tempo, quando as pessoas reclamavam que “ele cruzou a linha branca, usou muito zebra…”. Deixe-nos fazer o que quisermos. Se não estiverem felizes com a maneira que pilotamos, construam pistas diferentes. É simples assim. Não construam parques com linhas brancas e zebras como essa”, completou o tetracampeão, citando o circuito de Paul Ricard, que tem linhas vermelhas e azuis desenhadas nas áreas de escape. No GP do Canadá, Vettel liderava a corrida, quando, pressionado por Hamilton, errou na entrada da curva 3 e cortou caminho pela grama, voltando ao traçado na sequência e espremendo o inglês no muro. Os carros da Ferrari e da Mercedes não chegaram a se tocar, mas os comissários da prova entenderam que o alemão conduziu o carro de maneira perigosa no retorno ao asfalto e decidiram por uma sanção de 5s.A punição fez com que Hamilton acabasse como o vencedor da corrida, e Vettel ficasse em segundo lugar. A Ferrari, então, entrou com pedido de revisão da punição, que foi avaliada apenas nesta sexta-feira. Os comissários decidiram manter a sanção e, assim, não há mais como o resultado da prova ser alterado. Hamilton lidera o campeonato com 162 pontos, seguido por seu companheiro Valtteri Bottas, com 133. Vettel vem na sequência, em terceiro lugar, 100 pontos. O GP da França acontece neste domingo (23), às 10h10 (horário de Brasília).