Juazeiro: Passeata cobra justiça em caso de professora assassinada

Foto: Reprodução / Blog do Geraldo José

Um protesto feito neste sábado (30) em Juazeiro, no Sertão do São Francisco, cobrou justiça no caso da professora Élida Márcia de Oliveira Nascimento. Familiares e amigos da docente protestaram. Segundo o Blog do Geraldo José, o ato começou ao lado do Águas Center, seguindo até a Orla da cidade. A professora foi assassinada no dia 20 de fevereiro quando se dirigia de carro ao trabalho . A vítima foi surpreendida por dois homens a bordo de uma moto. Um deles desceu da motocicleta e atirou contra a vítima. Depois, os dois fugiram.

No curso da investigação, um deles, Edvan Constantino, foi preso. Ele é acusado, junto coma  filha Edvânia Pereira de Morais, que é ex do marido da professora, Lázaro Pinheiro, de ser o mandante do crime . Segundo a Polícia, Edvânia não aceitava o fim do relacionamento com o então marido da professora. Ainda de acordo com a polícia, testemunhas disseram que a suspeita já havia ameaçado a vítima de morte e uma vez chegou a desligar a energia da casa do ex-namorado. (Bahia Noticias)