‘Moro não era ministro, era espião’, diz Eduardo Bolsonaro

-
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) soltou o verbo contra o ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Para ele, Moro atuava como “espião”. Além disso, o parlamentar debochou o depoimento, que durou mais de 8 horas na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR) e insinuou suspeitas sobre os agentes que realizaram o interrogatório. 

“Realmente, é preciso muito tempo dando depoimentos a delegados amigos para ver se acham algo contra Bolsonaro. Moro não era ministro, era espião”, postou Eduardo Bolsonaro.

O depoimento de Moro foi iniciado no sábado (2) às 14h e seguiu até as 22h40. A oitiva foi conduzida pela delegada Christiane Corrêa Machado, chefe do Setor de Inquéritos do Supremo Tribunal Federal. 

Formalmente, o ex-juiz da Lava Jato apresentou conversas, áudios e e-mails trocados com o presidente Jair Bolsonaro durante o período que ocupou o Ministério da Justiça e Segurança Pública. (BN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui