MP denuncia mulher que agrediu e ofendeu funcionários e clientes em padaria de SP

-
Foto : Reprodução/Vídeo

O Ministério Público (MP) de São Paulo denunciou hoje (30) por injúria racial, lesão corporal e homofobia a mulher que aparece em um vídeo nas redes sociais ofendendo e agredindo funcionários e clientes de uma padaria na Zona Oeste de São Paulo.

Lidiane Brandão Biezok, de 45 anos, chegou a ser presa em flagrante, mas teve a prisão domiciliar concedida pela Justiça por ter “problemas psiquiátricos”, segundo informou a assessoria Tribunal de Justiça (TJ) ao portal G1. 

A denúncia foi feita pela promotora Martha de Camargo Duarte Dias, e cabe à juíza Carla de Oliveira Pinto Ferrari, da 20ª Vara Criminal, decidir se aceita ou rejeita a acusação para que Lidiane se torne ré no caso.

Os vídeos gravados no dia 20 de novembro mostram Lidiane jogando guardanapos na direção de uma funcionária, a quem ofende enquanto reclama do lanche. Após alguns clientes defenderem a funcionária, ela ainda os xinga com palavras homofóbicas. (Metro1)