Navios de países africano e europeu estão em quarentena na costa de Salvador após tripulantes testarem positivo para Covid-19

Dezessete casos da variante de Manaus e seis da do Reino Unido são confirmados na BA — Foto: Prefeitura de Marília/Divulgação

Uma embarcação com bandeira da Suíça, na Europa, e outra de bandeira liberiana, na África, estão na área de quarentena da Baía de Todos-os-Santos, na costa de Salvador, após membros da tripulação testarem positivo para a Covid-19. A informação foi confirmada na manhã desta sexta-feira (4) pela Anvisa e Companhia de Docas da Bahia (Codeba).

O navio Romandie, do país europeu, está na baía desde o dia 28 de maio, quando um tripulante foi confirmado com a doença. Já o navio Falcon Maryam, da Libéria, chegou dois dias antes e está no local após confirmação de que 23 marinheiros estavam infectados. Não há informações sobre o quadro de saúde dos tripulantes acometidos pela doença.

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em nenhum dos casos há suspeita de relação com a variante B.1.617, cepa identificada na Índia.

A Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) afirmou que “executa rigorosamente ações de prevenção em resposta à pandemia” e disse que o navio Romandie permanece ancorado na área de quarentena, a cerca de sete quilômetros de distância do porto de Salvador.

O órgão afirmou ainda que, sobre o Falcon Maryam, não houve registro para atracação nos portos administrados pela Codeba. (Fonte: G1)