Padre ataca repórter da Globo em missa após declaração de amor na TV: ‘Viadinho’

Foto: Reprodução / Facebook

Um padre da cidade de Tapurah, em Mato Grosso, viralizou de forma negativa nas redes sociais após um episódio de homofobia dentro da Paróquia NSA e Tapurah, no domingo (13), no qual atacou um repórter da TV Globo.

Na ocasião, o religioso Paulo Antônio Müller, criticou uma declaração de amor que exibida pela emissora na qual um repórter, que é identificado pelo padre como ‘Pedrinho’, fez para o marido durante o programa no Dia dos Namorados.

“A gente faz o namoro não como a Globo apresentou durante essa semana, dois viados. Desculpa, dois viados. Um repórter e um viadinho chamado Pedrinho, era Felipe. ‘Ah meu amor você está chegando, tô com saudade de você’. Ridículo. Por favor, que esta não seja a sua cabecinha também, tá? Nem do seu filho, nem da sua filha”.

Revoltado com a forma como união foi retratada pela emissora, o padre afirmou que o casamento só poderia acontecer entre um homem e uma mulher.

“Pega a Bíblia e olha o Livro Gênesis: Deus criou o homem e mulher. Isso que é casamento. Que chame a união de dois viados e de duas lésbicas como querer (sic), mas não de casamento, por favor. Isso é falta de respeito para com Deus. Isso é sacrilégio, é blasfêmia. Casamento é coisa bonita e digna”.

ASSISTA ABAIXO:

Nos comentários da página da Igreja, internautas lamentaram o discurso do religioso. “Deus não pode ser representado pelo ódio! Esse padre é motivo de vergonha para a paróquia!”, disse um fiel. “Vergonha desse padre. O amor dele passa longe”, analisou outro.

A igreja não se pronunciou sobre a polêmica criada pelo padre.