Polícia pedirá avaliação sobre sanidade de autor de ataque racista

-
Foto: Montagem/G1

A Polícia Civil ouve, nesta terça-feira (11), depoimentos de vizinhos do homem que humilhou o motoboy Matheus Pires Barbosa em um condomínio de casas em Valinhos (SP). A listai inclui o morador que gravou o vídeo que viralizou e gerou a repercussão nacional do caso, em 31 de julho.

O delegado responsável pela investigação, Luís Henrique Apocalypse Joia, informou à produção da EPTV que, após os depoimentos, vai juntar as provas e pedir à Justiça perícia sobre a sanidade mental do agressor, chamado Mateus Almeida Prado.

“Assim que todas as provas testemunhais e periciais forem colhidas, o delegado representa ao juiz pela instalação de incidente de insanidade mental. Aí o juiz concorda ou não”, explicou o delegado.

Os investigadores também devem ouvir, na tarde desta terça, uma guarda municipal que atendeu a ocorrência e outro vizinho de Prado. Outros dois integrantes da corporação já tinham prestado depoimento na tarde de segunda-feira (10), data em que o entregador também foi ouvido.

O advogado do motoboy apresentou, na manhã de segunda, uma representação criminal por injúria racial contra Prado. (G1)