Presidência já gastou quase R$ 4 milhões com cartão corporativo em 2020, diz jornal

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Os gastos com cartão corporativo da Presidência da República dobraram nos primeiros quatro meses de 2020, na comparação com a média dos últimos 50 anos.

De acordo com o jornal Estado de São Paulo, de janeiro a abril deste ano o presidente Jair Bolsonaro gastou R$ 3,76 milhões com o cartão corporativo – as despesas possuem sigilo.

Os números são muito maiores do que os registrados pelo próprio Bolsonaro no seu primeiro ano de governo. Em 2019, ele apresentou uma despesa de R$ 1,98 milhão de janeiro a abril.

Os cálculos levam em conta pagamentos vinculados à Secretaria de Administração da Presidência, que além das despesas de Bolsonaro, é responsável por gastos dos familiares do presidente e das residências oficiais, além de pagamentos corriqueiros da Presidência.

Antes de ser eleito presidente, Bolsonaro criticava os gastos com cartão corporativo, além dos sigilos dos extratos. Em 2008, por exemplo, quando era deputado do PP, desafiou na Câmara dos Deputados o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva a “abrir os gastos” com o cartão. (Bahia Notícias)