Semana do Clima aquece rede hoteleira de Salvador; taxa de ocupação bate 90%

0
59
-
Evento da ONU também movimenta segmentos de bares e restaurantes. Foto: Bruno Concha/Secom

A realização da Semana Latino-Americana sobre Mudança do Clima em Salvador está movimentando a economia local, sobretudo nos segmentos de hotéis, pousadas, bares e restaurantes.

Segundo dados da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (Febha), a taxa de ocupação dos leitos tem registrado média de 70% e alcançou picos de até 90%. O evento, promovido pela ONU (Organização das Nações Unidas) em parceria com a prefeitura da capital, começou na última segunda (19) e termina nesta sexta (23).

- Anúncio -

“Esses visitantes movimentam a economia local não só em relação aos bares, hotéis e restaurantes, mas numa cadeia produtiva que abrange desde o vendedor do cafezinho ao taxista, ou seja, toda a cadeia produtiva sai ganhando”, afirma Silvio Pessoa, presidente da Febha.

Cláudio Tinoco, secretário municipal de Cultura e Turismo, também comemora o aquecimento verificado.

“O mundo se volta para o que está acontecendo em Salvador. São mais de 93 nacionalidades presentes no evento organizado pela ONU e pela prefeitura. Além de aquecer a economia do turismo, também potencializa a imagem da cidade lá fora. O melhor é que estamos fazendo isso mostrando ao mundo que Salvador é uma cidade sustentável, contando ainda com vastas riquezas naturais, culturais e históricas”, avalia Tinoco.

Permanência de visitantes

Informações da ONU mostram que, nos dois primeiros dias da conferência sobre o clima, 4.724 pessoas estiveram no espaço, entre os quais cerca de 1 mil oriundos de outros países.

De acordo com os organizadores, a expectativa é que parte desses turistas permaneça na cidade até o próximo domingo (25). (Bahia.Ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui