Servidor público municipal é indiciado por assédio sexual

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade
Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

A Polícia Civil concluiu o inquérito envolvendo o servidor público municipal Deodato Peixinho, acusado de assédio sexual. Uma mulher prestou queixa contra o servidor no dia 14 de outubro do ano passado após, segundo ela, ser vítima de assédio já no primeiro dia de trabalho.

Segundo a delegada Edileusa Suely, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), a vítima registrou o fato e apresentou várias testemunhas. Após todos os depoimentos, a polícia chegou a conclusão de que havia fundamento na alegação da vítima e o servidor foi indiciado. (Acorda Cidade)