Aos 89 anos, Silvio Santos diz que está perdendo a memória: ”A cada dia que passa vai se apagando”

-
Foto: Divulgação

O apresentador Silvio Santos fez um relato comovente em um livro que acaba de ser lançado.

No prefácio de Sonho Sequestrado, livro publicado pela editora Matrix em que se investiga a tentativa do apresentador de se candidatar às eleições em 1989, ele diz que está com problemas de memória.

“Como muito de meus órgãos, incluindo o óbvio, que não funciona há muito tempo, minha memória a cada dia que passa vai se apagando vagarosamente”, declarou ele. “Este seu livro me lembra de acontecimentos que eu já tinha esquecido e me deixa emocionado a cada página que leio.”

Os trechos foram publicados pelo jornal Folha de S. Paulo nesta sexta-feira, 23.

Na obra, o comandante do SBT também lembra a quase candidatura e diz que se considerava apto ao cargo – quem acabou vencendo aquela eleição foi Fernando Collor, que acabou renunciando.

“Considero que estava qualificado para exercer a Presidência da República e tenho certeza de que a equipe que escolheria, no mínimo, melhoraria as condições das pessoas mais necessitadas neste país”, continuou o dono do SBT. (Contigo)