Apresentador de jornal da Globo é acusado de racismo

-
Foto: Reprodução / TV Globo

O apresentador do Bom Dia SP, da Globo, Rodrigo Bocardi, foi acusado de racismo nesta sexta-feira (7). Tudo começou quando o repórter Tiago Scheuer entrevistava um jovem negro no metrô, que estava a caminho do Clube Pinheiros, de classe alta da cidade.

A reportagem falava sobre a dificuldade de moradores da zona leste de São Paulo enfrentam para pegar a linha vermelha do metrô lotada pela manhã. Do estúdio, o âncora quis saber se Lionel era gandula, aquele ajudante que recolhe as bolas de tênis dos jogadores. Foi quando Bocardi se surpreendeu com a resposta do garoto, que disse ser atleta de pólo aquático do clube.

Imediatamente os internautas acusaram o jornalista de racismo. Muitos entenderam que Bocardi só achou que o rapaz era gandula por ele ser negro e estar numa linha da zona leste de São Paulo, que tem muitos bairros de classe baixa.

Veja o vídeo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui