Bahia, Ceará e seis jogadores são denunciados por confusão na Copa do Nordeste

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Os clubes Bahia e Ceará, e seis jogadores das duas equipes, foram alvos de uma denúncia aberta nesta quarta-feira (12) pela Procuradoria da Justiça Desportiva por causa de uma confusão após a final da Copa do Nordeste, na Arena Castelão, em Fortaleza, no último domingo.

A denúncia foi enviada ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, e se for aceita, Jael, Gabriel Dias e Mendoza, do Ceará, e Nino Paraíba, Juninho e Danielzinho, do Tricolor, podem ser julgados por agressão, participação em rixa e conflito ou tumulto. Por causa da confusão, a Procuradoria já pediu a suspensão preventiva dos atletas.

Em relação aos clubes, Bahia e Ceará foram denunciados pela presença de pessoas credenciadas sem máscara. No caso do Vozão, também há uma denúncia de “não manter o local da partida com infraestrutura necessária de modo a garantir a segurança para sua realização”.

Caso seja considerado culpado, o Ceará pode pagar uma multa que varia entre R$ 100 e R$ 100 mil, além de ter a Arena Castelão interditada e perda de mando de campo de uma a dez partidas. (bahia.ba)