Bahia terá mudanças contra o Unirb em jogo da estreia na Fonte Nova em 2022

Luiz Henrique e Lucas Araújo devem ser titulares do Bahia que encara o Unirb, pelo Baianão (Foto: Rafael Machaddo/EC Bahia)

Depois de quase 45 dias, a torcida do Bahia vai poder reencontrar o tricolor na Fonte Nova. Hoje, o Esquadrão recebe o Unirb, às 19h15, pela segunda rodada do Campeonato Baiano, em duelo que marca a estreia como mandante em 2022. 

Por sinal, as duas equipes vão em busca da primeira vitória na temporada. Na rodada de abertura, o Esquadrão empatou por 2×2 com o Bahia de Feira, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. Já o Unirb ficou no 0x0 com o Barcelona de Ilhéus, no Carneirão, em Alagoinhas.

O time tricolor que entra em campo hoje ainda não será o principal, treinado por Guto Ferreira. Mais uma vez, o Bahia vai usar uma equipe alternativa, mas a tendência é de que a escalação tenha mudanças em relação ao primeiro jogo. 

Depois de passar por um surto de covid-19 e quadros de gripe, ter que fazer muitas improvisações e contar com apenas quatro jogadores de linha no banco de reservas, agora a equipe vai ter pelo menos cinco reforços. 

Os laterais Luiz Henrique e Douglas Borel, o zagueiro Felipe Torres, o volante Luizão e o meia Jeferson Douglas voltaram aos treinos e estão à disposição. Além deles, o técnico Bruno Lopes é outro que retorna. Ele também estava isolado e foi substituído pelo auxiliar Vinicius Rovaris na estreia.

Borel, aliás, é uma das promessas para a temporada. Depois de estrear com somente 16 anos, em 2019, ele agora pretende se firmar de vez no elenco principal e garante que está pronto para mostrar serviço.

“Minha cabeça, minha estrutura física, que venho trabalhando bastante, e meu psicológico. Me dediquei bastante na parte física e na questão de alimentação para ter uma estrutura maior quando reestrear no profissional. Creio que o psicológico também é importante. Não é fácil estrear no profissional e depois descer para reconquistar o espaço. É duro, mas isso estou bem preparado e pronto para outra oportunidade”, disse o garoto, agora com 19 anos.

Apesar de ser considerado uma joia da base, Borel só jogou oito partidas como profissional nesses três anos, e a maioria delas (seis) pelo Campeonato Baiano, em que o Bahia utiliza o time B.

Limite de 3 mil torcedores
Oriundo do time sub-20, o zagueiro Guilherme revela a expectativa para jogar pela primeira vez como profissional na Fonte Nova. “Demais. Um sonho jogar na Fonte Nova, espero que o time faça uma boa partida porque a torcida merece”, diz. 

Vale lembrar que um grupo limitado de torcedores vai ter a chance de acompanhar a partida. Por causa de um decreto do governo do estado após o aumento dos casos de covid-19, a capacidade máxima de público nos estádios é de apenas 3 mil pessoas. 

O Bahia deu prioridade para os sócios com acesso garantido que estão em dia com a mensalidade. Para garantir presença, o torcedor teria que manifestar até ontem o desejo de ir à Fonte Nova, através do site disponibilizado pelo clube. Caso o número de sócios ultrapasse a capacidade, os torcedores aptos vão ser escolhidos através de critérios estabelecidos pelo tricolor. 

Prováveis escalações 

Bahia: Dênis Júnior, Douglas Borel, Guilherme Felipe Torres e Luiz Henrique; Lucas Araújo, Luizão e Ramon; Gregory, Marcelo Ryan e Thayllon. Técnico: Bruno Lopes. 

Unirb: Marcão, Carlinhos, Thuram, Maykon e Marcelo; Biro, Eduardo e Mucuri; Abner, Rodrigo Rocha e Luizinho. Técnico: Lorival Santos.