Brasil assume presidência de instituição internacional de combate à tuberculose

-
Foto: Agência Brasil

O Brasil assume nesta semana a presidência do Conselho da Stop TB Partnership, instituição internacional que busca eliminar a tuberculose no mundo. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta viajou para Jacarta, na Indonésia, nesta segunda-feira (9) para assumir o cargo.  

A tuberculose está entre as 10 principais causas de morte em todo o mundo. A estimativa é de que surjam cerca de 10 milhões de novos casos da doença a cada ano. No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, no ano passado foram diagnosticados 75  mil casos novos da doença em brasileiros, com cerca de 4,5 mil vítimas fatais.

“Eu aceitei um desafio que me foi colocado, mesmo sabendo das dificuldades que o cargo me impõe de Ministro da Saúde para coordenar mundialmente a Stop TB. No Brasil, conseguimos, graças à parceria com os secretários estaduais e municipais de saúde, cerca de 80% de tratamentos completados”, destacou o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

A tuberculose tem cura e no Brasil o diagnóstico e o tratamento são ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O Ministério da Saúde destaca que para alcançar a cura, é preciso completar o tratamento que dura, em média, seis meses.

Com o mandato de três anos na Stop TB, o Brasil, por meio do ministro Luiz Henrique Mandetta, tem a missão de ser porta-voz da luta mundial contra a tuberculose para reduzir a circulação da doença até 2035. A meta defendida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). (BN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui