Brasil dobra para US$ 1 mil limite de compra no exterior

0
44
-
Foto : Tânia Rêgo/Agência Brasil

Os presidentes dos países-membros do Mercosul assinaram ontem (5) o aumento do limite de isenção para produtos comprados no exterior e levados na bagagem, de US$ 500 para US$ 1 mil.  Segundo o Itamaraty, no entanto, cada país tem de aprovar uma regulamentação interna – no caso do Brasil, a Receita Federal. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O limite valerá para todas as compras feitas em viagens ao exterior por meio aéreo ou marítimo. O pedido de aumento foi feito pelo próprio governo brasileiro e comemorado pelo presidente Jair Bolsonaro em seu discurso de abertura da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, realizada ontem, na cidade de Bento Gonçalves (RS).

Em outubro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, já havia assinado portaria aumentando de US$ 500 para US$ 1 mil o limite de compras feitas em free shops por brasileiros que voltam de viagem ao exterior. O novo valor, que entra em vigor em 1º de janeiro de 2020, era um pedido específico de Bolsonaro à equipe de Guedes. Agora, com o novo acordo, o brasileiro poderá comprar até US$ 2 mil no exterior sem a cobrança de imposto a partir do próximo ano, sendo US$ 1 mil em compras na bagagem e US$ 1 mil em compras feitas nos free shops. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui