‘Cada vez mais, o índio é um ser humano igual a nós’, diz Bolsonaro em transmissão nas redes sociais

-
Jair Bolsonaro participa de live ao lado do ministro Tarcisio de Freitas Reprodução/Facebook

O presidente Jair Bolsonaro falou na noite desta quinta-feira (24) sobre a criação do Conselho da Amazônia e as ações previstas para a proteção de terras indígenas, e afirmou que “cada vez mais, o índio é um ser humano igual a nós”.

A declaração do presidente foi feita em vídeo na transmissão semanal que faz nas redes sociais. Ele afirmou que pretende fazer com que os povos nativos da Amazônia sejam integrados à sociedade, e que sejam donos das terras indígenas.

“O ÍNDIO MUDOU, TÁ EVOL… CADA VEZ MAIS, O ÍNDIO É UM SER HUMANO IGUAL A NÓS. ENTÃO, VAMOS FAZER COM QUE O ÍNDIO SE INTEGRE À SOCIEDADE E SEJA REALMENTE DONO DA SUA TERRA INDÍGENA, ISSO É O QUE A GENTE QUER AQUI”, DISSE BOLSONARO.

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Abip) afirmou em uma rede social que entrará na Justiça contra Bolsonaro por crime de racismo.

A ativista Sônia Guajajara, coordenadora da Abip, afirmou que os indígenas exigem respeito. “Bolsonaro mais uma vez rasga a Constituição ao negar nossa existência enquanto seres humanos. É preciso dar um basta a esse perverso!”

Conselho da Amazônia

Bolsonaro deu a declaração enquanto comentava a criação do conselho e da Força Nacional Ambiental, anunciada na terça-feira (21). O vice-presidente Hamilton Mourão será o coordenador do conselho, que deverá organizar ações entre ministérios para “proteção, defesa e desenvolvimento sustentável da Amazônia”.

O conselho foi criado após o governo brasileiro, e o próprio Bolsonaro, serem alvos de críticas, inclusive internacionais, pela atuação na área ambiental. A política para o meio ambiente se tornou foco de atritos para Bolsonaro ao longo de seu primeiro ano de mandato.

(G1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui