Camamu: Eleição suplementar gera custo de R$ 133 mil à Justiça Eleitoral

0
142
-
Só de alimentação com mesários e auxiliares a Justiça Eleitoral vai gastar cerca de R$ 10 mil. Foto: Cláudia Cardozo / Bahia Notícias

O custo da eleição suplementar que ocorre neste domingo (1°) em Camamu, no Baixo Sul do estado, é estimado em R$ 133 mil. A informação é do Coele (Coordenadoria de Eleições, do Tribunal Regional Eleitoral) segundo disse ao Bahia Notícias o chefe de cartório, Maurício Lago.

Só de alimentação com mesários e auxiliares (coordenadores locais), a Justiça Eleitoral vai gastar cerca de R$ 10 mil. Lago informou que 380 pessoas trabalham no pleito, 284 deles como mesários que atuam nas 71 seções eleitorais.  

- Anúncio -

Até às 9h não foi registrado nenhum problemas nas urnas. Uma questão curiosa no pleito é a quase a inexistência de “santinhos”, panfletos em tamanho menor com propaganda de candidatos. A explicação é que nesta eleição há pouca verba para as coligações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui