Cerca de 230 pessoas perderam visão em protestos no Chile

0
93
-
Foto: Agência Brasil

Cerca de 230 pessoas perderam a visão de forma parcial ou completamente do olho, devido a tiros com espingarda de pressão disparadas por agentes de segurança do Estado durante protestos no país sul-americano. A informação foi divulgada na última quinta-feira (14) pela principal associação médica do Chile. 

Desse total pelo menos 50 pessoas vão precisar colocar olhos protéticos. “Isso significa que o paciente não apenas perdeu a visão, mas também o olho”, afirmou o oftalmologista Patricio Meza, vice-presidente do Colégio Médico do Chile.

Um levantamento feito instituição mostra que a idade média das vítimas é de 30 anos, e que os ferimentos foram causados pelo impacto de um projétil de chumbo ou borracha nos olhos, de acordo com a instituição universitária.

Segundo o G1, autoridades locais têm apelado sem sucesso para que o governo proíba o uso de espingardas de pressão pela polícia desde o começo dos protestos no país.

Mais de 20 pessoas foram mortas e 2.500 ficaram feridas desde o início dos protestos, em 18 de outubro, no que começou como uma manifestação estudantil contra o aumento das tarifas de metrô. (Agência Brasil)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui