Coordenador da 4ª Coorpin fala da prisão de dois suspeitos de arrombamentos em SAJ

-Foto: Voz da Bahia
Foto: Voz da Bahia

O Coordenador da 4ª Coorpin de Santo Antônio de Jesus Dr. Edilson Magalhães falou sobre os últimos arrombamentos ocorridos no comércio do município e prisão de dois suspeitos.

Segundo o delegado, através de um mapeamento e com o trabalho do Núcleo de Investigação (NI), foi identificado alguns guardadores de carros, “aquelas pessoas que ficavam na praça ou nas ruas pedindo dinheiro, perderam essa arrecadação o que eles tinham para o sustento. Muitos são viciados em drogas e os mesmos por conhecerem bem a área comercial, alguns deles estão fazendo arrombamento para manter o vício”, informa.

O delegado ainda esclarece que um dos suspeitos já foi preso, além de uma dupla de bicicleta que estava fazendo assaltos.

Dr Edilson apela para que os comerciantes tenham atenção em deixarem sempre suas câmeras de seguranças eletrônicas ligadas,”os comerciantes precisam ficar atento para aqueles guardadores de veículos que ficavam próximos à região do seu comércio, para que a gente possa fazer um mapeamento desses moradores de rua que são doentes e viciados” diz .

O coordenador ainda reforça para que as pessoas que foram vítimas do arrombamento, compareçam até a delegacia para fazer o reconhecimento ajudando assim o trabalho da polícia.

Em relação aos decretos de fechamento de comércios e outros revogados como o de Castro Alves, (veja aqui), o delegado afirma que respeita a decisão de cada gestor, “a gente orienta para que as pessoas que precisam ir para rua usem máscaras, álcool gel, evitem o contato com as pessoas e mantenha sempre a distância que recomenda o Ministério da Saúde.

Em relação as questões administrativas das cidades fica para cada prefeito. Agora aqui na Delegacia, nós estamos com os atendimentos normais, repeitando as normas de segurança e prevenção”, explica.

A respeito dos homicídio do bairro São Paulo (veja aqui), o delegado esclarece ser mais um homicídio relacionado a rixa de tráfico de drogas, “aquela velha briga entre grupos rivais no qual sucedeu esse homicídio. Nosso Núcleo de Homicídio já identificou o autor e já pedimos a prisão preventiva e agora nós vamos partir para prendê-lo”, declarou na Andaiá.

Redação: Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui