Coronavac passa a ser exclusiva para crianças e adolescentes, anuncia Queiroga

Imagem; Reprodução

O Ministério da Saúde determinou que a vacina Coronavac contra a Covid-19 deve ser aplicada apenas em crianças e adolescentes de 5 a 18 anos, não sendo mais utilizada em adultos. O anúncio foi feito pelo ministro Marcelo Queiroga, nesta segunda-feira (18).

“Para o esquema vacinal em adultos esse imunizante, eu penso e é um consenso em países que tem agências regulatórias do porte da Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária], ele não é usado para o esquema vacinal primário. Ele é usado para o esquema vacinal primário no Brasil para a faixa etária compreendida entre 5 a 18 anos”, disse o ministro.

Apesar desta decisão, a manutenção do uso emergencial da Coronavac em crianças e adolescentes por mais um ano precisa ser autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O pedido já foi feito pelo Ministério da Saúde, que não solicitou o uso em adultos.

Segundo Queiroga, a portaria com essa mudança será publicada até quarta-feira (20), e terá um prazo de 30 dias para entrar em vigor. (Bahia.Ba)