Delegada esclarece morte do acusado da tentativa de feminicídio em Mutuípe

0
2396
-Foto: Rede social
Foto: Rede social

A delegada de Polícia Civil de Mutuípe, Dr. Corina Lopez de Oliveira em entrevista a rádio Recôncavo falou sobre os crimes ocorridos nas últimas horas em Mutuípe e Ubaíra.

Dr. Corina Lopez informou que a morte do homem identificado por Edivaldo Nogueira Silva (ver aqui) acusado de tentativa de feminicídio contra a ex-companheira Aparecida Rangel (relembre o caso) pode ter sido um suicídio, “após perícia ele foi encontrado com a moto próxima e a arma do lado, então tudo indica que ele sentou na moto e efetuou o disparo, ou seja, temos 99,9% de certeza de um suicídio”, revelou.

A mesma ainda informou que ambos não estavam mais juntos, mas houve alguns encontros “Ednaldo estava separado há dois meses da jovem Aparecida. Após a separação houve alguns encontros entre eles, contudo o de hoje acabou cominando nessa tragédia. Ele efetuou dois disparos contra ele que foi socorrida e para hospital local e posteriormente para Santo Antonio de Jesus”, relatou a delegada.

Dra. Corina explanou que não descarta a tentativa de feminicídio como um crime passional, “nós ainda estamos investigando o motivo. A única informação que podemos passar é que ele estava tentando voltar a ter um relacionamento com a vitima”, disse.

Sobre o estado de saúde de Aparecida a delegada declarou que a mesma se encontra estável.

Redação Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui