Detran-BA anuncia exoneração de servidores suspeitos em esquema de venda de CNH

-
Foto : Reprodução/ Google Street View

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) afirmou, em nota, que os servidores investigados por participação em um suposto esquema de vendas de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), em Senhor do Bonfim, serão exonerados.

O órgão ainda comunicou que apoia a operação da Polícia Civil e que é favorável a todas as investigações de combate à corrupção que envolve servidores e empresas credenciadas ao órgão. 

“Os servidores identificados na operação serão exonerados, sem prejuízo para a abertura de processos disciplinares. As autoescolas citadas serão notificadas para prestar esclarecimentos e podem ter o credenciamento cancelado”, diz o comunicado.

Ainda segundo o Detran, uma equipe da Corregedoria da autarquia foi enviada ao município de Senhor do Bonfim, na manhã desta quinta-feira (21).

Operação

A Operação “Captius”, deflagrada pela Polícia Civil no norte do estado, prendeu o vereador de Campo Formoso Arlivan Gonçalves (PDT) e sua esposa, Ruth Maria Batista.  Os dois são suspeitos de liderar uma organização criminosa que negociava a venda de CNH, em um esquema que ocorria no 27ª Ciretran de Senhor do Bonfim.  Arlivan é ex-diretor do órgão de trânsito e também dono de autoescola.

No total, foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e 11 de prisão. Todos os presos são levados para a delegacia de Senhor do Bonfim. Além do vereador e da mulher dele, os demais presos são servidores do Ciretran, funcionários e proprietários de autoescolas

(Metro1)