Em jogo marcado por protesto contra assédio, seleção feminina vence Rússia por 3 a 0

Richard Callis / SPP / CBF

A seleção feminina não teve grandes dificuldades para vencer a Rússia por 3 a 0, no primeiro de dois amistosos preparatórios para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Em Cartagena, o maior destaque do jogo foi Bruna Benites, que marcou os dois gols. Andressa Alves fechou a conta.

Antes do início da partida, as atletas fizeram um protesto contra a prática de assédio, com uma grande placa que dizia “assédio não”. Na última semana, o então presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Rogério Caboclo, foi afastado do cargo após ser denunciado por uma funcionária de assédio sexual e moral (lembre aqui).

A equipe treinada por Pia Sundhage volta a campo na próxima segunda-feira (14), contra o Canadá. A estreia na Olimpíada de Tóquio está marcada para 21 de julho, dois dias antes da cerimônia oficial de abertura dos Jogos. O Brasil ainda encara Holanda, no dia 24, e Zâmbia, no dia 27, pelo grupo F. (BN)