Fachin atende a pedido da defesa de Lula, e julgamento de recurso será presencial

0
65
-Foto : Antonio Cruz/Agência Brasil
Foto : Antonio Cruz/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Edson Fachin, retirou ontem (6) do plenário virtual (sistema pelo qual os ministros votam pelo computador) da Segunda Turma um habeas corpus no qual a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contestou a ordem de alegações finais em uma das ações penais contra ele.

O julgamento no plenário virtual, que trata da ação que apura se a Odebrecht comprou um terreno para o Instituto Lula, estava marcado para acontecer do dia 13 ao dia 19 de setembro. A defesa de Lula, no entanto, pediu a Fachin para que os ministros discutissem a quesCom isso, os advogados poderiam falar em defesa do cliente na tribuna do plenário do Supremo. Fachin atendeu ao pedido.

- Anúncio -

“Defiro o pedido formulado pela defesa para o fim de determinar a retirada do presente agravo do ambiente virtual e o encaminhamento à Segunda Turma para julgamento presencial, com publicação de nova pauta”, afirmou o ministro.

Até o momento, não há previsão de quando será essa análise presencial do caso. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui