Filha do ex-vereador e cantor gospel Irmão Lázaro lembra momentos com pai seis meses após morte: ‘Faz muita falta’

Filha de Irmão Lázaro lembra momentos de carinho do pai seis meses após morte — Foto: Reprodução / Redes Sociais

A filha de Irmão Lázaro, Marta Silva, de 20 anos, lembrou nesta segunda-feira (20), dos bons momentos que passou com o pai, vítima de complicações da Covid-19, em março deste ano. No domingo (19), a morte do vereador, cantor gospel e ex-integrante do Olodum, que tinha 54 anos, completou seis meses.

“Eu acredito que ele fez muito mais do que eu possa agradecer e poderia retribuir em vida e dizer que estou morta de saudades”, disse Marta Silva.

“A dor ainda não passou, ele faz muita falta não só para mim, mas para a minha vó e minha família toda”, contou.

Segundo Marta Silva, que é estudante de direito, Irmão Lázaro vai ser sempre lembrado pela forma carinhosa que tratava os familiares e amigos.

“Eu era muito dengosa com ele, muito carinhosa. Todo mundo que via meu pai achava que ele era super sério, super grosso as vezes, mas ele era um cara extremamente carinhoso, dengoso com a família, cuidadoso, era tudo de bom. Quem conhecia ele intimamente sabe”.

O domingo (19) foi um dia muito difícil para a família de Irmão Lázaro, não só por completar seis meses da morte do cantor gospel. A data também marcou um mês que o pai dele, Waldemar Silva, deixou a família.

“A gente não tá legal não, não vou mentir, ontem além de fazer seis meses que meu pai partiu, fez um mês que meu avô faleceu, o pai do meu pai”.

“Ele estava com o coração bem fraquinho, muito idoso, já tinha 81 anos e faria 82 em dezembro. Acredito que a depressão, por causa da morte do meu pai, juntou tudo com os problemas [de saúde] que ele tinha e ai aconteceu”, disse a filha de Irmão Lázaro.

O perfil oficial do vereador Irmão Lázaro também fez uma postagem sobre os seis meses da morte dele.

Irmão Lázaro morreu na noite de 19 de março, vítima de complicações da Covid-19. Ele estava internado havia quase um mês na UTI de um hospital de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador.

De acordo com familiares, Irmão Lázaro tinha sido diagnosticado com a Covid-19 no dia 15 de fevereiro e desde então fazia o tratamento em casa. No entanto, no dia 22 de fevereiro, ele sentiu desconforto, febre e procurou o médico. Ao chegar no hospital, foi comprovado que ele estava com metade dos pulmões comprometidos e ele ficou internado em um leito clínico. Três dias depois, ele precisou ser transferido para UTI.

Vereador e cantor

Irmão Lázaro foi eleito vereador de Salvador em 2020 com 4.273 votos. Ele foi deputado federal entre 2015 e 2018, ano em que tentou sem sucesso se eleger senador.

Lázaro já foi integrante do grupo Olodum nos anos 90, mas decidiu seguir carreira de cantor gospel após se converter à religião evangélica. Um dos seus grandes sucessos, a música gospel “Eu te amo tanto”, faz parte de um CD e DVD homônimo gravado em 2008 na Bahia.

Eleito vereador em 2021, Irmão Lázaro era um cantor gospel de sucesso reconhecido em todo o Brasil. Ele tem mais de oito milhões de seguidores no Facebook; 1,2 milhão no Instagram e seus vídeos no YouTube já tiveram cerca de 300 milhões de visualizações.

Foi candidato a senador em 2018, quando teve 1.830.581 votos na Bahia, foi deputado federal eleito em 2014 e em 2016 secretário municipal de Relações Institucionais em Salvador.

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior, decretou três dias de luto pelo falecimento do vereador Irmão Lázaro. (G1)