Iderval se diz pré-candidato a prefeito de SAJ em 2020 e nega aproximação com o Beija-Flor ou Jacu

Foto: Voz da Bahia

O ex-candidato a deputado estadual Iderval Kleber comentou sobre a política de Santo Antônio de Jesus, sua visão ao mandato do atual presidente Jair Bolsonaro, sua possível candidatura a prefeito nas eleições de 2020 e seu posicionamento dentro do seu partido PSL em entrevista a recôncavo FM.

Visão em relação ao mandato de Jair Bolsonaro:

Nas eleições a presidência de 2018 o empresário Iderval Kleber, atual presidente do PSL, apoiou a candidatura do presidente Bolsonaro e afirma que ainda é muito cedo para  julgar seu posicionamento no cargo. “Menos de 100 dias para você fazer uma avaliação de um governo, é muito pouco tempo para você avaliar. Eu acho que algumas medidas que foram tomadas tem que rever, mas no contexto geral eu acredito que está indo bem. Ele tenta colocar o Brasil no caminho certo, mas é preciso que os políticos se unam. Ele (Jair Bolsonaro), tem que se unir porque ele não vai conseguir fazer nada sozinho”, explica.

Eleições 2020:

Questionando sobre sua provável candidatura a prefeito de Santo Antônio de Jesus, Iderval afirma que irá deixar acontecer pois depende da legenda, “o partido tem por obrigação ter prefeitos e vereadores para fazer a base do governo, então eu prefiro deixar ver o que vai acontecer”, diz.

Aproximação com o grupo Beija-Flor:

Iderval Kleber nega qualquer tipo de aproximação com o grupo Beija-Flor, e reforça que não tira nada do que falou de ambos grupos políticos da cidade. (Beija-Flor e Jacu), “você ver um ‘bocado’ de líder de Beija-Flor, líder de Jacu enricar e a cidade fica pobre. O dinheiro que o município recebe não some, ele apenas transfere de mão. Poder haver uma composição futura de Iderval e Beijar-flor, porque não? Mas eu me aliar a um grupo que só enxerga favorecimento próprio, eu prefiro seguir sozinho a vida toda e avançar, porque se eu colocar na cabeça que irei ser prefeito, só Deus.” revela. Ainda sobre a unificação do PSL com o grupo Beija-Flor, o empresário fala que não é descartado: “para eu fazer essa composição, a gente tem que sentar e sentar muito bem sentado e eu não sei se saiu na segunda linha”, insinua.

Vereador Luiz do Alto dentro do PSL:

O vereador Luiz Almeida Santos, conhecido como Luiz do Alto faz parte do partido de Iderval Kleber, o PSL, porem segundo o mesmo, Luiz do Alto não tem atitudes que coincide com as normas do partido, “o caminho que ele segue, não é o caminho que o PSL prega, então ele vai ter que definir, pois Luiz continuar com essa linha, no partido ele não ficará, pode ter certeza.” garante. Ainda sobre tal decisão, Iderval afirma que mesmo Luiz do Alto sendo vereador de mandato, desagregaria ele no PSL. “Quem manda no partido é o presidente, então qualquer pessoa abaixo acata as regras do presidente. Eu tiraria ele e colocaria outro, coloco duas ou três cadeiras no legislativo, porém não sei se ele conseguiria colocar a dele novamente no passo que ele está seguindo”, retruca Kleber. Ainda sobre o posicionamento de Luiz do Alto, Iderval relata que o apoio a um prefeito que é aliado do PT não condiz com o nosso partido, “se você está no partido, você tem que defender essa bandeira, caso você ache que tem alguma coisa errada, pode sair, existem várias legendas. Como é que eu vou aceitar um Luiz que defende o prefeito por causa de algumas vantagens? Ele tem que se definir”, declarou

Retorno de nomes ao grupo do prefeito Rogério Andrade:

Sobre alguns nomes que estão apoiando e retornando ao grupo do prefeito Rogério, Iderval garante que isso acontece devido as vantagens, “ninguém está indo para o prefeito porque quer melhorar a cidade, são pessoas que não aguentam ver vantagens financeiras, porque até então a cidade não melhorou em nada”, diz. Sobre sua candidatura a deputado estadual em 2018 Iderval Kleber relembra que não aceitou ajuda de partido e não obteve apoio de nenhum político na época.

Sobre Humberto Leite:

Recentemente algumas notícias se espalharam de uma futura aliança entre o PSL e o DEM e em Santo Antônio de Jesus. O Partido Democrata é representado por Humberto Leite. Questionado sobre um apoio ao ex prefeito, Iderval declara que dificilmente isso vai acontecer mas não é descartado, “a última vez que Humberto foi prefeito dessa cidade, foi com a minha ajuda. Eu dei uma oportunidade a ele e ele jogou fora. O grupo Beija-flor hoje está todo desestruturado, pois existe uma disputa interna entre ele para ver quem é o capitão, mas quem realmente é Beija-Flor? Porque hoje um diz que é Beija-Flor, amanhã é Jacu”, finaliza.