Laje e Sapeaçu registra morte por Influenza A H3N2

O prefeito do município de Sapeaçu, no recôncavo baiano, divulgou através de um áudio nas redes sociais, que uma pessoa veio a óbito no município em decorrência da Influenza (H3N2).

No áudio, o prefeito chama a atenção da população sobre os cuidados com essa nova Cepa. “Peço as famílias que tem idosos em casa, se houver sintomas como febre ou tosse, procure o Posto de Saúde mais próximo para ser avaliado”, alertou.

A identidade da vítima não foi divulgada pelo gestor.

Vale ressaltar que a Bahia registrou 673 casos de Síndrome Gripal (SG) com laudo positivo para Influenza A H3N2 e oito mortes ocasionadas pela doença até o dia 24 de dezembro, segundo a Sesab. De acordo com o boletim divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVEP) na terça-feira (28), 114 casos evoluíram para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e necessitaram de hospitalização.

Foram registrados 8 óbitos ocasionados pela Síndrome Respiratória Aguda Grave por Influenza A H3N2, o que representa uma taxa de letalidade de 7,1% entre os casos de SRAG hospitalizados. Dos óbitos, 7 ocorreram em Salvador e 1 em Laje.

A maior letalidade foi observada na faixa etária igual ou maior a 80 anos, com registro de 06 óbitos. Os outros dois foram nas faixas de 60 a 69 anos (01 óbito) e 70 a 79 anos (01 óbito). Apenas 01 óbito não apresenta informações acerca da presença de comorbidades.

Redação Voz da Bahia