Lojas e agências bancárias são alvos de vandalismo e tentativas de furto em Salvador

0
57
-
Agência bancária foi depedrada no Caminho de Areia, em Salvador — Foto: Raphael Marques/TV Bahia

Ao menos dez lojas e agências bancárias foram alvos de vandalismo e tentativas de furto, em Salvador, entre a noite da terça-feira (8) e a madrugada desta quarta (9). Os crimes ocorreram em diversos pontos da cidade. No bairro de Cosme de Farias, duas lojas foram invadidas e 31 homens e mulheres foram detidos tentando furtar os estabelecimentos. Todos foram apresentados na Central de Flagrantes.

Loja foi arrombada e furtada no bairro de Cajazeiras VIII, em Salvador  — Foto: Dalton Soares/TV Bahia
Loja foi arrombada e furtada no bairro de Cajazeiras VIII, em Salvador — Foto: Dalton Soares/TV Bahia

No bairro de Cajazeiras VIII, uma loja de eletrodomésticos teve a porta arrombada e, segundo funcionários, duas televisões e um aparelho de som foram furtados. Em Cajazeiras X, a poucos metros do estabelecimento, duas agências bancárias foram depredadas. Nessas ocorrências os suspeitos fugiram.

- Anúncio -

Outras duas lojas de roupas foram invadidas por criminosos no bairro da Liberdade. No Caminho de Areia, uma agência bancária teve os vidros quebrados. O mesmo ocorreu em outras duas agências: uma no bairro da Calçada e uma na Avenida Barros Reis. Nesses casos, também não houve prisões.

Ação da PM

Ação da PM em Salvador  — Foto: Divulgação/SSP
Ação da PM em Salvador — Foto: Divulgação/SSP

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), ações ostensivas da Polícia Militar autuaram e prenderam 46 suspeitos e apreenderam quatro adolescentes envolvidos com atos ilícitos nas últimas 12h, no estado. Os dados não levam em conta o grupo detido em Cosme de Farias e encaminhado para a Central de Flagrantes.

No mesmo período, conforme a SSP, um revólver calibre 38 foi apreendido e 6 veículos recuperados. Segundo os dados da SSP-BA, cerca de 10 mil pessoas passaram por abordagens na capital baiana, nos municípios da região metropolitana e nas cidades do interior do estado.

Pouco mais de 2.200 veículos, entre eles táxis e aplicativos, também foram revistados no mesmo período, conforme a Secretaria.

“A tropa segue unida e consciente da sua obrigação com a população. Avançamos nos últimos anos e continuaremos conquistando melhorias”, destacou o subcomandante-geral da PM, coronel Paulo Uzêda.

(G1/BA)



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui