Vídeo: ‘Maior tiro no pé’, diz pastor Malafaia sobre campanha de Felipe Neto para Natura

-
Foto: Reprodução

O anúncio feito pelo youtuber Felipe Neto sobre sua campanha voluntária pela Natura como reação ao boicote endossado por Silas Malafaia foi respondido pelo pastor com um vídeo em que ele debocha da iniciativa.

Os dois trocam farpas há anos e o youtuber já foi processado pelo pastor e perdeu a ação na Justiça, firmando um acordo para que o processo fosse encerrado. Agora, Malafaia tripudiou sobre a iniciativa de Felipe Neto, que havia prometido fazer campanha gratuita para qualquer empresa que fosse boicotada pelo líder evangélico.

“Felipe Neto, faça bastante propaganda da Natura, por favor. É o maior tiro no pé, porque você no máximo influencia crianças e adolescentes. Os pais têm uma indignação contra você. Quem compra produto da Natura não é criança, não é adolescente, são os pais. Obrigado por ajudar nossa campanha”, disse Malafaia, gargalhando.

Reprovação

No começo do vídeo, Malafaia questionou: “Por que a maioria da sociedade brasileira é contra a Natura por essa propaganda do Dia dos Pais usar a mulher, a imagem de uma mulher, a pessoa de uma mulher?”.

O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) aproveitou para alfinetar veículos da grande mídia ao comentar a campanha iniciada nas redes sociais pelos usuários que reprovam a iniciativa da empresa de cosméticos.

“Eu queria fazer aqui um agradecimento, eu fico até lisonjeado. Eu não sabia que eu tinha tanta influência. N’O Globo, na Folha, n’O Dia, a imprensa deu destaque que eu pregando boicote contra a Natura… Só queria informar que quando eu fiz uma postagem nas redes sociais, já tinha três dias [com] o povo descendo o pau, hashtag em primeiro lugar. Três dias”, destacou.

A crítica à imprensa foi aprofundada pelo pastor: “Sabe o que eles gostam de fazer? Quando é alguma coisa que incomoda esse lixo moral que eles apoiam, ou eles chamam de bolsonarista, ou chamam de fundamentalista, entendeu? Eles querem dar um vínculo, mas nunca é o povo. A sociedade, em geral, que rejeitou esse lixo moral da Natura. Não foi eu, não. Quando eu cheguei já tinha três dias de salseiro nas redes sociais”.

O caso da campanha de Dia dos Namorados, feita por uma concorrente da Natura, foi relembrado por Silas Malafaia: “Uma resposta ao jornalista Lauro Jardim, de O Globo, e a jornalista esquerdopata da Jovem Pan, que botou meu banner ‘olha, o que adianta esse pastor falar’, ‘as vendas no passado do Boticário aumentaram’. Peraí: vou lembrar vocês. Lembra 2015, quando O Boticário na campanha de Dia dos Namorados botou um casal gay, que eu e a sociedade metemos a lenha em cima? Olha o que aconteceu um ano depois: fizeram propaganda de homens fortes”.

“Quando é que uma empresa vai dizer que teve prejuízo? Vão dizer nada. E porque 2016, 17, 18, 19, 2020, nunca mais O Boticário fez isso? E vocês acham que a Natura vai dizer que tomou prejuízo? Só que eles esquecem de uma coisa: 30% do pessoal que vende nessas empresas são evangélicos. Eu recebi os relatórios: fracasso. Então, eles vão dizer que a venda aumentou. Aumentou, nada. A maioria da sociedade brasileira é conservadora e rejeita essa patifaria”, acrescentou.

“A questão é a seguinte: pai tem a ver com figura masculina, mãe tem a ver com figura feminina. Os caras pegam uma mulher – não deixou de ser mulher, tem hormônio feminino, útero feminino, tem genitália feminina, é uma mulher, seja ela o que ela quiser ser, é direito dela. Agora, vir botar na sociedade, deturpando o que trouxe a civilização humana até aqui: o homem, a mulher e sua prole. Dia dos Pais tem a ver com homem”, defendeu o pastor.

Por fim, Malafaia fez um desafio à empresa: “Eu quero ver ano que vem a Natura botar [transexual] de novo [como personagem de campanha do Dia dos Pais]. Eu quero ver. O Boticário nunca mais quis se meter nessa”.

ASSISTA:

Tiago Chagas – Gospel +