Mudança na Globo: Roberto Irineu Marinho é substituído após 18 anos

Foto: divulgação

O Grupo Globo anunciou, nesta quarta-feira (28), que Roberto Irineu Marinho irá deixar a presidência do Conselho de Administração da empresa, cargo que ocupava desde 2003, quando Roberto Marinho morreu. Quem assume o posto agora é o irmão do meio, João Roberto Marinho. As informações são do portal Notícias da TV.

A mudança foi aprovada por unanimidade. Roberto Irineu agora ocupará a vice-presidência do órgão, do do qual faz parte ainda José Roberto Marinho (também como vice-presidente), caçula do clã.

Paulo Marinho, Roberto Marinho Neto, Alberto Pecegueiro e Jorge Nóbrega, que permanece na presidência do Grupo Globo, também compõem a alta cúpula da empresa.

“Roberto Irineu assumirá a vice-presidência e manterá suas atribuições de membro do Conselho, apoiando seus irmãos e os outros conselheiros nas tomadas de decisão”, explicou Jorge Nóbrega, presidente do Grupo Globo.

A função do Conselho, segundo a empresa, é “definir a estratégia dos negócios, zelar pela manutenção dos Valores e da Essência Globo e aprovar os planos de negócios, com vistas ao futuro”.

“Ao longo dos últimos 20 anos, Roberto Irineu, João Roberto e José Roberto Marinho empreenderam um grande esforço na construção de um modelo de governança para o Grupo Globo que busca alcançar as melhores práticas corporativas do mercado”, analisou Nóbrega.

Com a promoção, ele vai acumular funções no comando do Conselho Editorial, responsável por discutir e propor orientação e alinhamento em questões de direcionamento da empresa, e do Comitê Institucional, que tem o papel de

acompanhar e propor linhas de atuação para as relações institucionais do grupo. O caçula José Roberto Marinho também seguirá na presidência da Fundação Roberto Marinho.

“Em 1998, os três [irmãos] se afastaram da gestão direta da empresa e formaram um Comitê de Gestão, a fim de que pudessem exercer uma liderança compartilhada da empresa, tendo, em 2011, assumido as funções de membros do Conselho de Administração, criado naquele ano”, disse o presidente do Grupo Globo e da Globo. (Fonte: Correios24h)