Mulher de Guimarães diz que denúncias de assédio na Caixa buscam ‘destruir família’

Foto: reprodução redes sociais

A mulher do ex-presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães, Manuella Guimarães, afirmou nesta segunda-feira (4), que as acusações contra ele de assédio sexual e moral (reveja aqui) têm por objetivo “destruir” a família dos dois.

“Sabíamos que na luta pelo Brasil haveria deslealdade, inveja, sordidez e falsidade. Sabíamos que seriam acompanhados de ataques deliberados e impiedosos com objetivo único de destruir nossa família”, disse em seu perfil do Instagram

Ela recebeu o apoio da primeira-dama Michelle Bolsonaro que a replicou a postagem com um comentário: “Querida”.

VEJA:

Pedro Guimarães pediu demissão na semana passada após se tornarem públicas denúncias de funcionárias do banco que relataram ter sofrido do ex-presidente abordagens que configuram assédio sexual e moral. Ele nega as acusações.