Mulher morta dentro de casa em Vitória da Conquista teve corpo achado pela filha de 15 anos

0
246
-Foto: Reprodução/TV Sudoeste
Foto: Reprodução/TV Sudoeste

A filha da mulher que foi encontrada morta na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, foi a primeira a ver o corpo da vítima, na manhã desta segunda-feira (10). Segundo informações divulgadas por vizinhos da família, a menina, que tem 15 anos, tinha passado o fim de semana fora e quando retornou para casa se deparou com a mãe morta, na cozinha. A família morava no térreo de um sobrado de dois andares, no bairro Brasil. Um morador do andar de cima conta que ouviu os gritos da adolescente e desceu para ver o que tinha ocorrido. “Eu estava dormindo, eu peguei e acordei com a gritaria, desci. Aí, quando eu cheguei lá, eu vi a cena. A mulher estava amarrada, amordaçada e tinha uma poça de sangue”, contou Silas Antunes. Silas conta ainda que viu a vizinha pela última vez no sábado (8) e que não percebeu nada de diferente e nem ouviu nenhum barulho durante o fim de semana.

“Ontem eu tinha saído várias e várias vezes. Fui, entrei e saí e não vi movimento nenhum na casa. Sábado a tarde foi a última vez que eu vi”, disse. Váguina Borges da Silva, de 38 anos, foi achada morta por volta das 10h desta segunda. A mulher estava amordaçada e tinha as mãos amarradas com abraçadeiras de nylon.

- Anúncio -

A polícia informou que o corpo apresentava sinais de que o crime teria acontecido no sábado. A casa não tem sinais de arrombamento. O caso, que chocou a vizinha, está sob investigação. A polícia busca por imagens de câmeras de segurança da região para identificar o que houve. Contudo, adiantou que há suspeita de crime passional e que dois suspeitos são investigados. Os nomes deles não foram divulgados. O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). Não há detalhes sobre o sepultamento da mulher. Váguina era assistente de serviços gerais e tinha se separado recentemente. Ela deixa dois filhos. (G1/Ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui