“Não quero falar com a imprensa”, diz Paulo Carneiro após afastamento do Vitória

Foto: Divulgação/ ECV

O Conselho Deliberativo do Vitória afastou o presidente Paulo Carneiro pelo prazo de 60 dias, para que sejam apuradas as denúncias que constam no parecer da Comissão de Ética. Procurado pelo Metro1, Carneiro disse que “não quer falar com a imprensa”.

A decisão ocorreu durante reunião extraordinária realizada na noite da última quinta-feira (02), no Barradão. Em votação nominal, foram 76 votos pelo afastamento e três abstenções, nenhum a favor da permanência.

Na tarde de quinta, em áudio que circulava pelo aplicativo de mensagens whatsapp, Paulo Carneiro acusou o ex-presidente do Vitória Alexi Portela de conspirar sua saída. (Metro1)