“Operação ‘Cata-Vento’ reduz o número de crimes em S. A. de Jesus”, pontua delegado

-Foto: Voz da Bahia
Foto: Voz da Bahia

O coordenador da 4ª Coorpin Dr. Edílson Magalhães falou em entrevista coletiva sobre os números registrados na delegacia de Santo Antônio de Jesus nesse segundo semestre.

Segundo o coordenador, o que houve foi uma grande redução no número de homicídios e outros crimes no município e isso se deve a grandes operações juntamente com a Polícia Militar, Civil e o Ministério Público, “um exemplo foi essa última operação chamada “Cata-Vento” onde nós predemos as maiores líderes desses bandidos que estavam fazendo tráfico e muitos que faziam roubos e assaltos. Alguns foram presos e outros tombaram em troca de tiro com a polícia. Após essa operação nós tivemos o segundo semestre tranquilo”, revelou.

O delegado ressalta que o município está há 40 dias sem nenhum registro de homicídio, “o que a gente vem logrando êxito com esses números é a parceria e a contribuição de todos, além da parceria da polícia com MP (Ministério Público) existe a colaboração da população que denuncia através do 190 e tem seu animado sempre preservado”, ressaltou.

A respeito de 2019 de um modo geral, Dr Adilson ressalta que o crime contra o patrimônio ainda é o que incomoda muito a população, “nós estamos com um grupo específico só para combater esse tipo de crime contra o patrimônio, são furtos e roubos de veículos, de bolsas e objetos pessoais. Nós tivemos alguns acusados que foram presos por roubo como o “Boca” que tinha um mandato de prisão através de investigação feita pela Polícia Civil, além de outros indivíduos que também estavam cometendo esse tipo de crime que não estão mais aqui na cidade”, disse.

A respeito das festas de fim de ano o delegado ressalta que irá intensificar o processo de investigação, “vamos infiltrar pessoas nossas no comércio esses dias todos, além dos feriados, porque vem muita gente de fora. Também iremos colocar policiais à paisana e a Polícia Militar fazendo a parte ostensiva e dando aquele apoio estando um interligado ao outro para qualquer ocorrência”, finalizou.

Reportagem: Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui