Pai de menino que caiu de prédio em Itabuna perde a guarda da criança

O pai do menino de 5 anos, que caiu do terceiro andar de um prédio, perdeu a guarda compartilhada do filho. O garoto, que está hospitalizado, fraturou uma costela e outras partes do corpo (relembre aqui). Luan Oliveira foi ouvido pela polícia e confessou que deixou o menino sozinho enquanto ia ao mercado.

Em depoimento para a polícia, o pai disse que Benjamin estava dormindo e acabou acordando enquanto ele ainda estava fazendo as compras. Quando acordou, a criança não viu o pai e foi para a sacada do apartamento, de onde caiu. O imóvel não apresentava telas de proteção.

O conselho tutelar da cidade de Itabuna solicitou revisão da guarda compartilhada e decidiu que a mãe de Benjamin terá a tutela completa da criança, até o fim das investigações. A Vara da Infância e Juventude determinou ainda uma medida protetiva para que Luan não se aproxime do filho num raio de 500 metros.

O pai do menino confessou o erro de deixar Benjamin sozinho, mas negou as acusações de agressão feitas pela mãe. O advogado de Luan vai recorrer da decisão da Justiça.

Fonte: BN