Partiu Estágio seleciona 2,5 mil universitários em novas convocações

-Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Administração (Saeb), realiza duas novas convocações para o Programa Partiu Estágio nesta quarta-feira (17). A informação foi divulgada pelo governador Rui Costa durante o #PapoCorreria, transmitido pelas redes sociais, na noite desta terça (16). Ao todo, 2.544 estudantes universitários deverão se apresentar em até dez dias úteis, prazo que termina no dia 2 de maio. Deste total, 1.129 se inscreveram para o primeiro edital do programa, lançado em janeiro deste ano. Os outros 1.415 estudantes participam do segundo edital, criado no mês de março para reforço escolar na rede estadual de ensino – e que continua com inscrições abertas até 25 de abril. A convocação será encaminhada ao candidato por e-mail, o mesmo cadastrado no sistema de inscrição do programa. As convocações, organizadas de acordo com os editais, poderão ser consultadas no site institucional da Saeb. Os convocados para o primeiro edital, estudantes de cursos presenciais das instituições estaduais, federais e privadas da Bahia, irão atuar em 62 órgãos de 49 municípios. Já a convocação para o segundo edital – destinada a alunos de cursos presenciais e EAD de Letras, Matemática e Educação Física – é para a Secretaria da Educação do Estado, com atuação em todo o estado. É importante ressaltar que a vaga de estágio é garantida apenas com a entrega de toda documentação exigida, dentro do prazo de dez dias úteis, com previsto nos dois editais. A lista de todos os documentos pode ser consultada em edital, disponível no site do programae também na página institucional da Saeb. Esta mesma lista será encaminhada ao selecionados pelo e-mail de convocação. Quem não entregar toda a documentação, ou não se apresentar no período estipulado, perderá a vaga de estágio. 

Sobre o programa 

O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições estaduais, federais e privadas com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Desde o lançamento, em abril de 2017, já foram contratados mais de 7,7 mil universitários para atuar no serviço público baiano. 

Confira abaixo a documentação necessária:

– Comprovante de residência;- Original e cópia da Carteira de Identidade;- Original e cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF);- Original e cópia de Carteira de Identidade do representante legal, ou do Termo de Guarda expedida por autoridade judicial, se for o caso;- Declaração da Instituição de Ensino informando semestre letivo, duração do curso, percentual cursado, turno de estudo, curso de formação e sua modalidade presencial (Anexo II do Edital);- Comprovante de matrícula e frequência da Instituição de Ensino;- Declaração própria de que não exerce atividade remunerada em órgão público;- Original e cópia do Título de Eleitor, se for o caso; – Original e cópia do Certificado de Reservista, se for o caso;- Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);- Comprovação de inscrição no Cadúnico, se for o caso;- Histórico escolar do Ensino Médio ou declaração emitida pela instituição de nível médio, no caso dos candidatos que tenham sido selecionados pelo critério de ter estudado todo o Ensino Médio em Escola Pública ou como Bolsista integral;- No caso de pessoas portadoras de deficiência, deverá ser apresentado um relatório médico comprovando a deficiência. (Secom – Secretaria de Comunicação Social)  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui