Pastor elogia história do bem contra o mal em ‘Star Wars: A Ascensão Skywalker’

Imagem: Divulgação / Reprodução

O último capítulo da saga Star WarsA Ascensão Skywalker, foi usado pelo pastor Greg Laurie como um exemplo de filme que mostra com clareza a luta do bem contra o mal. O líder evangélico traçou, ainda, paralelos com a história de redenção que a Bíblia narra.

“Vi o novo filme da série Star WarsA Ascensão Skywalker. Na verdade, eu vi todos os filmes de Star Wars, criados por George Lucas, desde 1977. […] Esta última edição, dirigida por J. J. Abrams, traz clareza a toda a série”, avaliou o pastor da megaigreja Harvest Church.

Considerando que “a nova personagem principal, Rey, tem sido o ponto de referência para toda uma nova geração de fãs de Star Wars”, Laurie destacou que o fez gostar do filme A Ascensão Skywalker “é que ele tem uma trama clássica do bem contra o mal, com algumas conotações espirituais surpreendentes”.

Greg Laurie destaca que “há um personagem maligno conhecido como Imperador Palpatine que é derrotado por um corajoso Jedi que morre no processo e depois é ressuscitado”, e acrescenta: “Soa familiar? Essa é a história da redenção apresentada nas Escrituras, na qual todos refletimos alguns dias atrás, durante o Natal”.

“Se você pensar bem, a crucificação foi um raro momento em que satanás e Deus Todo-Poderoso estavam trabalhando em direção a um único evento com objetivos diferentes. Satanás pensou que, tendo Jesus morto, ele poderia pôr um fim à sua vida e ministério. Mas o Pai sabia que Cristo tinha que morrer pelo pecado da humanidade em nosso lugar”, resumiu o pastor.

Para contextualizar o raciocínio, Greg Laurie faz citações em seu artigo publicado no The Christian Post: “Paulo nos lembra que Jesus ‘desarmou os poderes e as autoridades, fez um espetáculo público deles, triunfando sobre eles pela cruz’ (Colossenses 2:15). O apologista e autor cristão C. S. Lewis é bem conhecido por sua série As Crônicas de Nárnia. Lewis entendeu o poder de uma história e foi citado por dizer: ‘Algum dia você terá idade suficiente para começar a ler contos de fadas novamente’”.

“A série Star Wars é um conto de fadas – nada mais e nada menos. Mas a razão pela qual isso ressoa conosco é porque nos lembra uma história maior. E, no fundo, sabemos que a história – a história do Filho de Deus derrotando satanás e a própria morte na cruz e ressurreição – é verdadeira. Os outros são apenas imitações”, afirmou Laurie.

A mensagem final do Evangelho, sublinha o pastor, é algo que transcende o âmbito ficcional: “A maravilhosa verdade sobre a história de Jesus é que isso significa que você não precisa ter medo da morte, porque a morte morreu quando Cristo ressuscitou, e o mesmo poder que ressuscitou Jesus dentre os mortos está em você (Rm 6:10). Não estou falando de uma ‘Força’ fictícia sobre a qual estou falando, mas do próprio Espírito Santo, vivendo dentro de você”.

“Espero que você goste do novo filme Star Wars, mas lembre-se de que a história original está na Bíblia. E que o Espírito Santo guie, capacite e use você para a glória de Deus neste próximo ano”, finalizou.

O filme estreou nos cinemas brasileiros no dia 19 de dezembro e deve continuar em cartaz nas próximas semanas.

Gospel + / Tiago Chagas