Pré-candidata a prefeita de Laje dá nota ‘5’ a Binho; analisa Tany e ver possibilidade de aliança com o delegado

-
Foto: Voz da Bahia

O Voz da Bahia entrevistou nesta quinta-feira (13), a vereadora e pré-candidata ao cargo de prefeita da cidade de Laje, Eliene Batista dos Santos (PCdoB), que contou através do programa ‘Meio-Dia e Meia’ sobre seus planos para o município. Além disto, a edil falou sobre seus adversários políticos e possíveis alianças, “eu tinha perfil de ser candidata a vereadora de Laje, na época um vereador que queria que eu fizesse parte da legenda e eu fui. Me surpreendi, fui a quarta vereadora mais votada e fiz um bom trabalho. Fui reconhecida e reeleita como a vereadora de novo mais votada pelo município. Só basta a gente fazer política com amor, dedicação e compromisso para com a população para retomar o mandato”, declarou.

NOTA 5, A BINHO”:

Ao Voz da Bahia, a pré-candidata disse não estar satisfeita com gestão atual do prefeito Kledson Duarte Mota, conhecido ‘Binho de Mota’ (PSB), “eu dou nota 5 para o prefeito de Laje. Nós temos um gestor que é da área da saúde, assim como eu, mas devido a isso, esperávamos que de fato esse gestor valorizasse a saúde, além dos outros pontos. Temos um convênio com a Policlínica Regional onde os lajistas não vêm fazer exames e procedimentos porque o gestor não pagou o convênio da Policlínica. Se um carro da saúde quebrar, não vai ter um substituto para levar os pacientes, que ficam à mercê de terceiros, de vereadores. Depois reclamam que os vereadores fazem assistencialismo, mas muita das vezes é por conta dessa falta de compromisso do prefeito. Essa nota não é porque sou oposição, mas sim como cidadã, pessoa que olha os problemas que a minha cidade enfrenta”, desabafou.

SOBRE A EX-PREFEITA ILMA:

Eliene explanou também sobre os passos deixados pela ex-prefeita de Laje, Ilma Maria Barreto: “todos os políticos que passam, deixam marcas positivas e negativas. Ilma Maria teve a gestão dela, teve os defeitos e pontos positivos. Creio que precisamos ter uma gestão participativa com o povo e se caso os prefeitos, incluindo Ilma tivesse feito isto, com certeza eles seriam reeleitos”, declarou.

ANÁLISE DOS PRÉ-CANDIDATOS DA OPOSIÇÃO:

Após ser questionada pelo Voz da Bahia qual a sua análise dos dois pré-candidatos a prefeito da oposição, Eliene passou avaliá-los, veja:

1 – Antonio Lucas do Espirito Santo Andrade, popular Tany Motos (Podemos) – “não tenho nada contra, ele é pré-candidato também a prefeito de Laje. Nós tivemos um mandato juntos, não tivemos problema. Acredito que ele é um bom nome, mas compondo com alguém, pois ele tem serviço prestado. É um cara que gosta de ajudar a população e esse mérito ninguém tira. Entretanto, estou mais preparada do que ele”, explicou.

2 – Dr. Edílson Magalhães, o delegado (PSD): – “não há alguém melhor ou pior do que outra pessoa. Me sinto preparada para administrar o município, mais preparada que Dr. Edílson, no sentido de conhecer a realidade do município. São 8 anos de mandato e sei as necessidades. Ele é um amigo, esteve em Laje enquanto foi delegado. A amizade permaneceu mesmo quando ele saiu da cidade, é uma pessoa do bem, muito responsável. Acho difícil para ele conseguir percorrer todas as localidades do município e conseguir divulgar o nome, por ter chegado agora como pré-candidato. Os outros já tem serviço prestado. Mas podemos ver uma possibilidade de aliança, se ele pontuar bem e se de fato o projeto político dele combinar com o nosso. Por que não nos unirmos em prol de uma Laje melhor?”, questionou.

Reportagem: Voz da Bahia