Prefeito de SAJ diz que há ‘movimento orquestrado’ de alguns veículos da imprensa do estado contra sua gestão

-
Foto: Voz da Bahia

O Prefeito de Santo Antônio de Jesus, Rogério Andrade (PSD) se pronunciou na manhã desta segunda-feira (12) a respeito da matéria divulgada pelo jornal ATarde no último sábado (10) sobre o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do município (leia mais aqui). Na matéria intitulada ‘Olhar Cidadão: metas do Ideb em Santo Antônio de Jesus estão fora do alcance‘ o veículo traz inicialmente dados sobre o IDEB de uma escola da zona rural que foi 2,5 em 2017, e logo depois cita a nota geral do município que foi de 3,6.

Para o prefeito, a estratégia do jornal de dar ênfase no título a situação especifica de uma escola que não alcançou um bom desempenho na última avalização, revelaria um movimento de ‘orquestração’ de notícia vinda de alguns veículos a nível estadual com a finalidade de tentar confundir a população santoantoniense.

Eu percebo que há um movimento orquestrado, em alguns setores da imprensa no que se refere ao estadual no sentido de mascarar os números e confundir a opinião pública de Santo Antônio de Jesus”, disse o gestor em entrevista a Recôncavo FM.

Rogério ainda disse ter ficado surpreso com a matéria que citava Santo Antônio de Jesus como a 10ª cidade da Bahia no ranking nacional de homicídios, divulgada no último dia 07 de agosto (relembre aqui). Para o gestor, assim como a matéria sobre o IDEB essa também seria um exemplo de tentativa de confundir a opinião pública, “na semana passada não foi diferente, ouvimos com muita perplexidade que Santo Antônio de Jesus figurava com esse índice, como então a gente ver que é uma coisa orquestrada porque na verdade porque Santo Antônio é décima no quadro de cidade com mais de 100 mil habitantes”, completou.

Durante a entrevista o prefeito ainda afirmou que o município vem avançando desde 2017 no que se refere a educação básica, “eu recebi com surpresa, não pelo conteúdo da matéria, porque se você vai para o conteúdo da matéria você percebe que não tem absolutamente nada a ver com a chamada, mas pelo IDEB que não tem absolutamente nada a ver.  Nós estamos avançado desde 2017, houveram vários avanços, inclusive em relação a avaliação do próprio IDEB”, disse.

A prefeitura lançou uma nota em resposta a matéria do A Tarde que pode ser lida clicando aqui.

Redação: Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui