Prefeitura de Guanambi volta a permitir abertura de lojas e salões de beleza

Foto: Reprodução / Agência Sertão

A prefeitura de Guanambi decretou novas flexibilizações ao funcionamento do comércio no município. A publicação foi feita em edição especial do Diário Oficial do Município deste sábado (6). A cidade tem oito casos confirmados da doença.

Com a medida, lojas de atacado e varejo foram novamente incluídas como categoria de serviços essenciais e poderão receber clientes em seus interiores, com limitação determinada pela metragem de cada estabelecimento.

Salões de beleza e centros de estética também poderão funcionar desde que haja agendamento de clientes. O ingresso de consumidores no interior das lojas deverá limitar a frequência de acordo com o espaço transitável destinado ao consumidor.

De acordo com a Agência Sertão, lojas até 100 m² podem receber 5 pessoas por vez; até 200 m², até 10 pessoas por vez; até 300 m², até 15 pessoas por vez. Em lojas com espaço interno superior a 300 m2, a frequência deverá ser estabelecida a cada 6,25 m2 por pessoa, limitado a 1/3 dessa capacidade.

Em todos esses estabelecimentos, deverá ser preservado o distanciamento mínimo entre pessoas de 1,5 m (um metro e meio). Além disso, continua obrigatório o uso de máscaras tanto para funcionários quanto para clientes. Os estabelecimentos devem fornecer álcool gel e evitar a formação de filas que não respeitem esse distanciamento. (BN)