PRF registra 13 mortes e 57 feridos nas estradas baianas no feriado

Fonte: Nucom / PRF/BA

O balanço da PRF (Polícia Rodoviária Federal) quanto à violência no trânsito nas rodovias federais acende um sinal de alerta para a necessidade de mais prudência e educação por parte de todos. A redução da violência nas rodovias federais depende da participação de todos os atores do trânsito (condutores, passageiros, ciclistas e pedestres).

Este ano, durante os cinco dias da Operação Corpus Christi a PRF na Bahia registrou um total de 45 acidentes. Destes, 17 foram acidentes graves, quando resultam em, pelo menos, um óbito ou ferido gravemente. De quarta-feira, 2/6 até às 23h59 de domingo, 6, 13 pessoas morreram nas estradas baianas. Já o número de feridos totalizou 57 pessoas.

Operação

Nesse feriado prolongado, as atividades desenvolvidas pela instituição foram focadas para combater as infrações de trânsito, em especial às condutas geradoras de acidentes como: as ultrapassagens proibidas, dirigir sob a influência de álcool, transitar pelo acostamento, excesso de passageiros, dentre outras.

O uso do cinto de segurança, do capacete, controle de velocidade, transporte de crianças, além de fiscalizações específicas de motocicletas e condições de conservação dos veículos, também foram alvos das equipes da PRF.

Apesar de todo esforço da PRF na fiscalização e educação, foram flagrados diversos condutores agindo com imprudência nas rodovias federais do estado. A PRF alerta aos motoristas que obedecer às normas de trânsito, contribui para um trânsito mais seguro.

Os esforços do policiamento qualificado resultaram na fiscalização de 3.747 veículos e 4.402 pessoas. Nestes cinco dias de atividades a PRF emitiu 3.513 notificações referentes a infrações diversas.

Nesse ranking de imprudências mais constatadas pelos PRFs, está ainda a ultrapassagem proibida, com 747 autos extraídos. Nunca é demais enfatizar que a colisão frontal, quase sempre causada pelas ultrapassagens indevidas, é o tipo de acidente que mais fere gravemente e mata pessoas em rodovias do país inteiro. A infração de ultrapassar em faixa amarela contínua é infração gravíssima, com multa de R$ 1.467,35 e rende 7 pontos na carteira.

Uma das maiores preocupações da PRF é o lamentável hábito que parte de nossos motoristas ainda conserva: dirigir após consumir bebidas alcoólicas.

Durante as abordagens, foram realizados 399 testes com etilômetro (aparelho utilizado para aferir a quantidade de álcool ingerido pelo condutor, conhecido popularmente como bafômetro), totalizando 29 condutores autuados por alcoolemia ao volante nas modalidades constatação e recusa. Destes, 3 condutores foram detidos por embriaguez ao volante e foram encaminhados à Delegacia de Polícia para responderem criminalmente. Eles também tiveram suas carteiras recolhidas.

Nas fiscalizações, a PRF também emitiu 67 autos de infração para motociclistas ou passageiro sem capacete. Perigo também geraram os 10 motoristas que usavam o celular enquanto dirigiam. Obrigatório não só para o motorista, mas também para todos os ocupantes do veículo, o cinto de segurança, ou melhor, o não uso dele gerou mais de 274 autuações. Quando o alvo das fiscalizações foi a criança sem cadeirinha, 38 autos foram emitidos.

O fato de o motociclista não usar o capacete ou pessoas não usarem cinto de segurança em automóveis é determinante na gravidade dos acidentes.

No total, 272 veículos foram recolhidos ao pátio da PRF, por diferentes irregularidades seja na documentação, ou no estado de conservação e até ausência equipamentos obrigatório.

Foram também retiradas de circulação mais de 245 toneladas de excesso de peso das rodovias. O peso acima do permitido sobrecarrega os sistemas de suspensão e freios, oferecendo riscos ao motorista e aos usuários da rodovia, e ainda danifica o pavimento asfáltico.

Criminalidade

Durante os cinco dias da operação, a PRF na Bahia recuperou 16 veículos com registro de roubo ou furto. Destes, 10 veículos apresentavam algum dos caracteres adulterados e 26 pessoas foram detidas por diversos crimes. As abordagens resultaram ainda na apreensão de 27 comprimidos de anfetaminas e no resgate de 4 aves silvestres. Também foi responsável pela apreensão de 1 revólver e mais 67 munições.

Fonte: Nucom / PRF/BA