PSG veta participação de Neymar e Marquinhos nas Olimpíadas de Tóquio

Foto:AFP

A Seleção Brasileira poderá ter dois desfalques importantes para as Olimpíadas de Tóquio. Presentes na conquista da inédita medalha de ouro nos jogos do Rio, em 2016, o atacante Neymar e o zagueiro Marquinhos foram vetados pelo Paris Saint-Germain (PSG) e não devem compor a equipe verde e amarela na disputa.

De acordo com informações da ESPN Brasil, a diretoria do clube francês decidiu por não liberar a dupla de atletas brasileiros. Neymar e Marquinhos eram dois dos jogadores acima de 24 anos que estavam nos planos do treinador André Jardine para compor a convocação da Seleção Brasileira para as Olimpíadas.

Antes de ser afastado, no dia 6 de junho, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, chegou a enviar uma carta ao PSG, solicitando que o clube francês revisse o posicionamento e pudesse liberar os atletas.

O argumento do PSG para sustentar a posição é que os Jogos Olímpicos não são configurados como ‘torneio oficial’, ou seja, estão fora das datas reservadas pela FIFA para os jogos de seleções. Sendo assim, o clube não seria obrigado a liberar os jogadores.

O contrato de Neymar, por exemplo, determinar que ele seja liberado apenas para os jogos oficiais da Seleção Brasileira. Além da dupla de atletas do PSG, André Jardine também gostaria de contar com o goleiro Weverton, do Palmeiras.

A convocação para a Olímpiada de Tóquio está prevista para acontecer nesta quinta-feira, 17 de junho. (A Tarde)