Salvador: Moradora do Curuzu é eleita nova Deusa do Ébano do Ilê

Foto: Yjalade/Divulgação

Gleicy Ellen Teixeira. Esse é o nome da nova Deusa do Ébano, que representará o bloco Ilê Aiyê no Carnaval de 2020. A escolha da representante do mais belo dos belos ocorreu na madrugada deste domingo (9), na 41ª Noite da Beleza Negra, no Curuzu. 

Com 22 anos, a modelo e dançarina é do Curuzu e participou do concurso pela segunda vez. Para ela, mais que um título, a escolha representa afirmação, ancestralidade e identidade. “A beleza negra ainda é pouco valorizada. Esse concurso vai de encontro ao que ainda insistem em afirmar o contrário, e demonstra que as mulheres negras não são apenas belas, mas são deusas”, afirmou a recém eleita que, no ano passado, foi uma das princesas. 

No segundo lugar, ficou com a carioca Sabrina Sant’ Ana dos Santos, 31, que concorreu pela primeira vez e o terceiro lugar com a estudante de nutrição Núbia Ferreira, 19, que também concorreu pela primeira vez. 

Para Antônio Carlos, o Vovô do Ilê,  a noite não poderia ser mais feliz com a escolha de uma deusa do próprio Curuzu. “Ficamos fora do Ouro Negro, mas continuamos na luta para viabilizar o Carnaval que, esse ano, fortalece a defesa do feminino, que sempre foi um dos pilares constituintes do Ilê “, completou. 

Nessa edição, a escolha foi realizada num espetáculo que mesclou música, dança e denúncia. Para abrir a noite, as jornalistas Lise Oliveira, Luana Assiz e Vânia Dias mandaram um recado sobre as últimas notícias de racismo e a importância de defender a valorização dos negros na sociedade. 

Antes do desfile, também foi apresentada uma performance com as gêmeas Valentina e Verena, 3 anos, vítimas de racismo no metrô de Salvador, no último dia 25 de janeiro. 

Militantes do movimento negro, como a jornalista Maira Azevedo, a transexual dançarina e cantora de funk brasileiro Leo Kret também marcaram presença no evento, pontuando a necessidade do negro ocupar os mais diversos espaços na sociedade.

A noite ainda contou com as participações das canyoras Daniela Mercury, Nara Couto e o show Encontro do Poder com Graça Onasilê, Marcia Short e Patricia Gomes, são as atrações musicais da festa, ao lado da anfitriã Band’Aiyê. 

A 41ª Noite da Beleza Negra é uma realização do bloco Ilê Aiyê e Caderno 2 Marketing e Produções, com patrocínios da Avon e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, e da Bahiagás, com apoio da Saltur e Secretaria de Trabalho, Esporte e Lazer da Prefeitura Municipal de Salvador. A produção é assinada pela Benvindo Produções.

“O espetáculo que elege a Rainha do Ilê Aiyê mistura o que temos para comemorar e denunciar. Esse ano, pela contingência política e pelo momento que vive o país, fizemos uma pesquisa das questões recorrentes na mídia que envolvem a realidade da mulher negra, e trouxemos para o palco o que está acontecendo nas ruas”, comenta Elísio Lopes Junior, que assina pela sexta vez o roteiro e a direção geral do evento.

por Carmen Vasconcelos – Correio 24h