Santaluz: MP pede suspensão de cavalgadas e vaquejadas devido à Covid-19

-
Foto: Reprodução / Calila Notícias

Dentro das ações para controle da pandemia do novo coronavírus, a promotoria de Justiça de Santaluz, na região sisaleira, recomendou à prefeitura da cidade que proíba a realização de cavalgadas, vaquejadas ou qualquer evento que envolva aglomeração de pessoas. O pedido, publicado nesta quinta-feira (2), partiu da promotora Letícia Baird e foi endereçado à prefeita Quitéria Carneiro Araújo e a secretários do Município.

Segundo o pedido, a prefeitura também deve fazer busca ativa de moradores em situação de rua, com ações de prevenção e encaminhamento de casos suspeitos da Covid-19 para tratamento. Além de campanhas de orientação e plano de contingência para enfrentar a pandemia, a promotora também cobra que a prefeitura faça avaliação das condições do Mercadão Municipal, como também de feiras e estabelecimentos não essenciais do comércio.

Nesses locais, segundo a promotora, devem ser adotadas providências, como disponibilidade de lavatório [com água, sabão e toalhas de papel], assim como álcool em gel e máscaras aos comerciantes. A promotoria ainda pediu que seja proibida a venda de animais vivos em via pública. (BN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui