São Gonçalo dos Campos: prefeito “determina” prisão de policiais após PM encerrar evento da gestão

Foto: Infome Baiano

O clima esquentou na cidade de São Gonçalo dos Campos, na manhã desta quinta-feira (24/06). O prefeito do município, Tarcísio Pedreira, resolveu realizar um “São João Itinerante” esta madrugada e equipes da Polícia Militar foram acionadas. Ao chegar no local, o motorista do mini-trio foi detido supostamente por não portar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

As pessoas presentes e o prefeito não gostaram. Houve protestos com a alegação que o documento podia ser consultado de forma online. Diante da suposta recusa dos policiais, o prefeito teria mandado fechar as ruas com vários veículos, impedindo a saída de cerca de 5 viaturas.

O gestor ainda acusou o capitão responsável pela operação, conhecido como Neto, de ofender um agente da Guarda Municipal. Segundo o Tarcísio, o oficial da PM chamou o funciuonário público de “filho da puta” e mandou “tomar no c*”.

Tarcísio disse também que a maior autoridade do município é ele, que é prefeito e portanto, o “capitão Neto e todos os PMs estão presos”.

Em meio ao tumulto, o motorista está detido dentro do presídio da viatura e diz que está com dificuldade para respirar. A população grita: “solta o motorista.